O conhecimento de tempo de crianças e os livros didáticos (2015-2016)

Coordenadora: Zena Eisenberg

Em pesquisa realizada em 2012-2014 através da bolsa de Jovem Cientista do Nosso Estado, financiado pela Faperj, buscamos elaborar um novo instrumento para avaliar o conhecimento de conceitos temporais de crianças do 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental do município do Rio de Janeiro. O instrumento preliminar foi desenvolvido com 104 itens divididos em 3 cadernos, com diferentes níveis de dificuldade. Foi administrado em turmas do 2º ao 5º ano em três escolas do município, totalizando 201 crianças participando desta etapa da pesquisa. O intuito deste primeiro instrumento era fazer uma seleção dos itens com base em sua robustez, na compreensão dos alunos e de forma que pudéssemos fazer uma seleção de itens fáceis, médios e difíceis. Concluída esta etapa, analisamos os dados produzidos e fizemos uma nova seleção e revisão de itens. O instrumento final conta com 22 questões distribuídas em diferentes níveis de dificuldade e diversos conceitos temporais. O projeto atual propõe uma continuação do anterior, que será concluído na primeira quinzena de agosto de 2014. Com base nos resultados obtidos em análises preliminares, nossa proposta é aprofundar a investigação dos conceitos temporais no ensino fundamental estabelecendo um diálogo entre o que as crianças sabem (estudo 2012-2014) e aquilo que se espera que saibam para que possam navegar nos conteúdos de matemática e de história. A metodologia de trabalho para este estudo será realizar a análise dos dados do projeto anterior e compará-la à análise dos livros didáticos. Os livros didáticos serão selecionados a partir daqueles escolhidos pela SME para as escolas, dentre os recomendados pelo PNLD. Uma análise minuciosa de conteúdo dos livros produzirá parâmetros – por ano escolar – do que é necessário (em conceitos temporais) a criança saber para dialogar com eles.

Departamento de Educação PUC-Rio

R. Marquês de São Vicente, 225 Gávea - Rio de Janeiro - RJ 22451-900